June 23, 2011

Scholarships to Brazilians in the U.S. | Bolsas pra brasileiros em universidades nos EUA

Here's a tip of a super useful article published by Soul Brasil magazine (Los Angeles), written by the fellow journalist Rebecca Carvalho: Education Options in the U.S. For Brazilians (Google Translator). She lists three academic opportunities for Brazilians who want to study in the U.S.:

1) Youth Ambassadors.
2) Opportunity Grants Program.
3) Organization of American States - Rowe Fund.
In previous articles at this blog, I talked about filmmaking scholarships in the U.S. as well. Check here:
- Can I get a scholarship for screenwriting?
- Can we get a scholarship for the 1-year Filmmaking course?
Good luck!



Fica aqui a dica do artigo super útil publicado na revista Soul Brasil (Los Angeles), escrito pela colega jornalista Rebecca Carvalho: Opções de Educação nos EUA Para Brasileiros. Ela apresenta três oportunidades acadêmicas para brasileiros que queiram estudar nos EUA:
1) Programa Jovens Embaixadores (Youth Ambassadors).
2) Programa Oportunidades Acadêmicas (Opportunity Grants).
3) Organização dos Estados Americanos – Fundo Rowe (Rowe Fund).
Em artigos anteriores, eu também falei sobre bolsas de estudo em cinema nos EUA. Confira aqui:
- Dá pra conseguir uma bolsa pra estudar roteiro nos EUA?
- Tem como conseguir bolsa pro curso de 1 ano?
Boa sorte!

5 comments:

Rodolfo Freitas said...

Gabby,
Meu nome é Rodolfo e eu tenho muita vontade de estudar cinema nos Estados Unidos, mas o medo me levou para outros caminhos. Atualmente penso muito nessa possibilidade, tenho intenção de fazer um curso de 8 semanas que é mais possível de se pagar, porém minha vontade é fazer um curso maior que me dê a possibilidade de trabalhar (OPT) nos Estados Unidos. Vi o seu relato de que ganhou uma bolsa de estudos para um curso de 1 ano e gostaria de saber o que você considera primordial para obter sucesso na área e se atualmente é possível conseguir uma bolsa de 1 ano.

BR Girl in L.A. said...

Oi, Rodolfo! Se vc está com orçamento apertado, aconselho a fazer o curso promocional da NYFA que começa em dezembro e vai até o início de fevereiro. É mais barato do que o de 8 semanas normal. Dura 9 semanas, mas são 7 de aulas, já que há um intervalo de 2 semanas para as festas de final de ano. Vale o custo-benefício.

Para ter sucesso, acho fundamental ter certeza do que quer e topar o preço que vai se pagar (em termos de investimento financeiro, de tempo, dedicação e emocional). Pq não existe conquista sem se pagar um preço. O esforço nessa área é monumental e totalmente sem garantias de que vai dar certo. Então a pessoa precisa estar preparada para assumir suas escolhas.

A escola oferece variados tipos de bolsa. A que eu recebi não é um programa aberto, para o qual vc possa se inscrever. É 100% decisão deles em casos muito especiais. No meu caso, eles já me conheciam como aluna aplicada no dia-a-dia por 2 meses e gostaram muito do curta que apresentei ao final do curso.

Acredito que alguém com bons trabalhos para mostrar tb possa ter essa oportunidade, pq não? Até sem ter estudado lá anteriormente.

Agora se vc for argumentar somente que ama cinema e tem poucos recursos, vai cair na categoria "financial aid", entende? Apesar de eu ter certeza de que, pra vc, é um sentimento muito especial, eles recebem centenas de emails iguais todos os dias. É preciso apresentar algo mais, se destacar da multidão, convencê-los de que vale a pena apostar em vc. Isso vale para toda a sua carreira tb. Espero ter ajudado. Boa sorte na sua jornada! Abs!

Rodolfo Freitas said...

Oi Gabby, gostei muito do que você me disse, realmente preciso me destacar de alguma forma para "conquistar" algo maior na faculdade. Estou tendo algumas idéias para fazer um vídeo e já ir montando um portfólio, mas claro que ele ficará totalmente amador. Pela sua experiência, você acredita que esse certo amadorismo pode ser um empecilho ou a faculdade entende como algo natural?

Estou com 31 anos, posso ser considerado "velho demais" para iniciar ou isso não tem problema nenhum?

Um outro dilema é que tenho um emprego em uma grande empresa brasileira e dá aquele friozinho na barriga, sabe, aquele medo de largar tudo e se aventurar, mas se eu não fizer isso vou ter que conviver com aquele vazio, sabe aquele E se eu tivesse..., rsrs, é difícil tomar uma decisão assim, mas também quem não arrisca não petisca.

Vou buscar mais informações sobre este curso promocional que você falou, acho que é uma boa ideia e se é mais barato que o 8-weeks, melhor ainda.

Obrigado Gabby, um grande abraço.

BR Girl in L.A. said...

Rodolfo, o que realmente importa é a idéia. Se a sua história é maravilhosa, com enfoque original, não importa se vc a filmar no celular. Agora, os enquadramentos, o ritmo das cenas, precisam ter uma certa pegada. Pode ser amador, mas demonstrando q vc tem um feeling pra coisa. Afinal, é pra isso que vc precisaria de um curso, pra afinar essa parte, né?

Por outro lado, idéias batidas no melhor estilo blockbuster ganham torcidas de nariz. Se forem filmadas de forma amadora então, serão totalmente ignoradas. Filme de ação só rola se vc conseguir alcançar um resultado profissionalíssimo com cuspe e fita crepe. Tipo um carinha que consegue criar efeitos especiais dignos dos melhores estúdios de Hollywood no computador de casa está muito bem na fita.

Se 31 for velho pra virar cineasta, estamos no mesmo barco, meu amigo. Agora vc tem que entender que está concorrendo neste mercado com gente que começou cedo. Então, o diretor que tem a sua idade conta com 10 anos de carreira e experiência a mais que vc. O que vc tem a oferecer que é melhor do que ele?

Não largue o emprego enqto não tiver certeza do que quer nem do que pode realizar. Será um grande erro se vc fizer isso intempestivamente. Vc tem que ter uma certeza que vem de dentro, que sobreponha a racionalidade. É qdo o sentimento é tão forte que vc sente que na verdade não tem escolha.

Busque cursos e bibliografia que possam ser desenvolvidos paralelamente, por enqto. Abs!

Rodolfo Freitas said...

OK, Gaby, obrigado pela atenção, seguirei os seus conselhos. Sucesso pra você, que você conquiste estabilidade no mercado e nos emocione com as histórias que você tem pra contar.
Abraços e quem sabe não nos encontramos por aí!

Post a Comment